Terça-feira, 7 de dezembro de 2021
informe o texto

Notícias / Pinga Fogo

Por 17 a 6 votos, vereadores blindam Emanuel Pinheiro e vetam abertura de investigação

09 Nov 2021 - 17:30

Folha360

Por 17 a 6 votos, vereadores blindam Emanuel Pinheiro e vetam abertura de investigação

Foto: Reprodução

Por 17 a 6 votos, os vereadores da Câmara de Cuiabá rejeitaram nesta terça (09) a abertura de Comissão Processante para investigar o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que está há 21 dias afastado do comando da prefeitura por decisão do Tribunal de Justiça. 

Os votos que enterraram os dois pedidos para abertura de comissão de investigação foram obtidos junto à expressiva base aliada do prefeito. Segundo o Ministério Público Estadual, ao menos 9 vereadores teriam conseguido empregar parentes (esposas e filhas) na gestão municipal. 

São pessoas que receberiam um aporte mensal do chamado Prêmio Saúde, uma gratificação adicional ao salário municipal, conforme apontaram as investigações da Operação Capistrum (cabresto, em latim) que identificou o chamado “canhão político” – que é a contratação de apoiadores por indicação meramente política.    
Votaram pela abertura da comissão apenas os vereadores Michelly Alencar (DEM), Dilemário Alencar (Podemos), Diego Guimarães (Cidadania), Sargento Joelson (Solidariedade), Tenente Coronel Paccolla (Cidadania) e Pastor Jeferson (PSD).

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet