Terça-feira, 7 de dezembro de 2021
informe o texto

Notícias / Artigos

Introversão x Timidez e a Fobia Social

08 Out 2021 - 14:48

Nathercia Menêses Moura Bihl*

Na conceituação popular geralmente os introvertidos são vistos como pessoas tímidas. Mas é importante compreendermos que existem algumas diferenças e que nem sempre um introvertido é tímido.

Uma pessoa introvertida é alguém que tem um interesse pessoal por atividades solitárias, onde possa explorar seus pensamentos. São pessoas bastante observadoras e atentas ao seu mundo interior, que gostam de valorizar as sensações e sentimentos experimentados diante de um acontecimento.

Os introvertidos costumam ter maior desempenho quando são colocados em atividades que possam realizar sozinhas e que tenham tempo para reflexão. Geralmente são pessoas focadas, concentradas, conscientes e por isso costumam tomar decisões mais elaboradas. Pessoas com essas características geralmente são mais insistentes nos desafios.

É comum as pessoas enxergarem um introvertido como um ser humano fechado, o que não quer dizer que ele seja tímido ou que não gosta de se relacionar e fazer amizades. Uma pessoa introvertida pode ocupar cargos de liderança e enfrentar situações de grandes exposições ao público com certa tranquilidade.

Os tímidos, por sua vez, costumam evitar situações de exposições pois são consumidos pelo pensamento do que o outro pode pensar ao vê-lo ou ouvi-lo. Diferentemente dos introvertidos, os tímidos têm dificuldade de agir com certa assertividade, pois apresentam insegurança.

A timidez é um sentimento de mal estar no contato com outras pessoas, geralmente caracterizada por angústia, nervosismo e ansiedade. Podemos observá-la em qualquer ser humano, diante de determinada situação, mas deixa de ser normal quando se transforma em uma ansiedade social, que é uma condição mental que leva a pessoa a sentir um medo irracional, intenso e persistente de ser julgada, humilhada ou rejeitada pelas outras pessoas.

Esse medo acaba afetando negativamente a performance da pessoa no trabalho, na escola e em atividades do cotidiano. A pessoa com o transtorno até pode não apresentar ansiedade em situações sociais, mas sofre grandes sintomas e desconfortos físicos, como suor em excesso e taquicardia, por exemplo, ao ser o centro das atenções, como fazer um discurso, praticar algum esporte, dançar ou tocar um instrumento para um público.

Pessoas tímidas são comumente introvertidas, mas também podem ser extrovertidas. A Terapia Cognitiva Comportamental (TCC) ajuda o indivíduo a identificar e rever pensamentos que podem estar gerando ansiedade social.
 
*Nathercia Menêses Moura Bihl é psicóloga em Cuiabá, especialista em desenvolvimento de líderes. CRP 18/00461 nathercia.bihl@gmail.com

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet