Quinta-feira, 29 de outubro de 2020
informe o texto

Notícias / Polícia

Governador exonera secretário adjunto preso por receber propina

25 Set 2020 - 09:49 - Atualizada em 25 Set 2020 - 11:37

Betell Fontes | Folha360

Governador exonera secretário adjunto preso por receber propina

Foto: Tchélo Figueiredo

O governador Mauro Mendes (DEM) exonerou o secretário Adjunto Sistêmico da Casa Civil, Wanderson de Jesus Nogueira, após ser preso em flagrante pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), na noite desta quinta-feira (24), após denúncias sobre suposto crime de corrupção. 

O servidor foi demitido do cargo, na noite de quinta-feira, assim que chegou ao conhecimento do Governo de Mato Grosso a prisão. A demissão será publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (25).

Em nota, Mauro Mendes ressaltou que não coaduna com qualquer prática de crime e que atua fortemente no combate à corrupção.

“Toda denúncia de possível irregularidade terá sempre o respaldo do Governo para sua investigação, esclarecimento e o apoio à punição severa de qualquer servidor ou cidadão envolvido em corrupção”, diz trecho da nota.

O servidor público foi preso em flagrante após o Gaeco realizar diligências de monitoramento. No momento da prisão, o secretário estava com a quantia de R$ 20 mil.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet